Ações Populares
logo
Curso de Gestão Pública na Administração Local
(4ª Edição GEPAL - ONLINE)

Ação Esgotada

logo
Curso de Gestão Pública na Administração Local
(5ª Edição GEPAL - ONLINE)

Ação Esgotada

logo
Curso de Estudos e Formação p/ Altos Dirigentes da Administração Local (CEFADAL - Coimbra 2020)
logo
Impacto do RGPD na Administração Local

Ações Destacadas
logo
Técnicas de Criatividade (formação à distância)
A criatividade e inovação são a pedra base para o sucesso de planos de mudança organizacional, o lançamento de novos negócios e ainda a melhor resolução de problemas e consequentemente potenciadoras das tomadas de decisão. O processo criativo implica a geração de ideias e o seu desenvolvimento de acordo a gestão estratégica organizacional. O domínio de técnicas de criatividade desenvolve a colaboração e cooperação entre as pessoas e permite às organizações explorar o potencial criativo de todo os seus colaboradores.
logo
Gestão do Tempo, Stress e de Reuniões (formação à distância)
O presente curso pretende desenvolver nos participantes as competências inerentes a uma organização pessoal/profissional e gestão eficaz do trabalho e do stress, quer a nível pessoal, quer a nível profissional.

Procurar-se-á ainda, proporcionar técnicas e instrumentos de planeamento, organização e controlo do tempo, para uma otimização do desempenho das funções e tarefas do dia-a-dia em tele-trabalho.
logo
Liderança Remota (formação à distância)
Mais e mais líderes se encontram numa situação de relações de liderança à distancia, num mundo cada vez mais virtual. De liderança virtual, de líder virtual e de liderado. Separados no espaço e frequentemente no tempo, empreendem em comunicar de forma eficaz, permanecendo alinhados e auto superando-se em entrega de modo a alcançar os objetivos pré estabelecidos. Nesta dimensão contextual de separação é muito fácil permitir que os conflitos abram lacunas difíceis de fechar. Acresce que se torna ainda mais complexo realizar avaliações justas, estabelecer prioridades e gerir expectativas. Impedir que tudo isto suceda é o desafio maior e central da liderança remota.
logo
Inteligência Emocional (formação à distância)
A Inteligência Emocional tem vindo a manifestar-se como um conjunto de competências essenciais em todos os domínios da atividade profissional e pessoal. A falta de competências emocionais e a incapacidade de gerir emoções nos indivíduos pode gerar diversas dificuldades pessoais, familiares, escolares, na interação social e no trabalho.

A Inteligência Emocional (QE) apresenta-se efetivamente como mais importante que o QI dado que a primeira pode ser alvo de trabalho e de melhoramento.

As pessoas emocionalmente inteligentes distinguem-se por características como autoconfiança, autodomínio, capacidade de comunicar e de adaptar-se à mudança, influenciar, gerar empatia, autossuperação e elevação ética. O conhecimento e domínio dos princípios da Inteligência Emocional assim como das suas competências e propostas surge assim como uma mais-valia para qualquer pessoa que pretenda melhorar significativamente a sua performance profissional e interpessoal.
logo
Curso de Gestão Pública na Administração Local
(6ª Edição GEPAL - ONLINE)
O Estatuto do Pessoal Dirigente dos Serviços e Organismos da Administração Pública Central, Regional e Local do Estado, aprovado pela Lei n.º 2/2004, de 15 de janeiro, alterada pelas Leis n.os Lei n.º 51/2005, de 30 de agosto, 64-A/2008, de 31 de dezembro, 3-B/2010, de 28 de abril e 64/2011, de 22 de dezembro, é aplicável à administração local nos termos previstos na Lei n.º 49/2012 de 29 de agosto.

Da adaptação do referido Estatuto do Pessoal Dirigente à Administração Local resulta que o exercício de funções dirigentes implica o aproveitamento em cursos específicos para alta direção em Administração Autárquica, diferenciados em função do nível, grau e conteúdo funcional dos cargos dirigentes, os quais são assegurados pelo Centro de Estudos e Formação Autárquica (CEFA) que ao abrigo do DL nº 193/2015, de 14 de setembro, foram delegados na Fundação FEFAL.

De acordo com o n.º 5 do art. 14º, da Lei n.º 49/2012 de 29 de agosto, os titulares de cargos dirigentes terão de frequentar «um desses cursos durante os dois primeiros anos de exercício de funções ou, em caso de impossibilidade por causa que não lhes seja imputável, no mais breve prazo».

* Os participantes são selecionados por ordem de entrada dos processos "completos" nos nossos serviços durante o período de candidaturas.

Ações Populares
logo
Curso de Gestão Pública na Administração Local
(4ª Edição GEPAL - ONLINE)

Ação Esgotada

logo
Curso de Gestão Pública na Administração Local
(5ª Edição GEPAL - ONLINE)

Ação Esgotada

logo
Curso de Estudos e Formação p/ Altos Dirigentes da Administração Local (CEFADAL - Coimbra 2020)
logo
Impacto do RGPD na Administração Local

Ações Destacadas
logo
Técnicas de Criatividade (formação à distância)
A criatividade e inovação são a pedra base para o sucesso de planos de mudança organizacional, o lançamento de novos negócios e ainda a melhor resolução de problemas e consequentemente potenciadoras das tomadas de decisão. O processo criativo implica a geração de ideias e o seu desenvolvimento de acordo a gestão estratégica organizacional. O domínio de técnicas de criatividade desenvolve a colaboração e cooperação entre as pessoas e permite às organizações explorar o potencial criativo de todo os seus colaboradores.
logo
Gestão do Tempo, Stress e de Reuniões (formação à distância)
O presente curso pretende desenvolver nos participantes as competências inerentes a uma organização pessoal/profissional e gestão eficaz do trabalho e do stress, quer a nível pessoal, quer a nível profissional.

Procurar-se-á ainda, proporcionar técnicas e instrumentos de planeamento, organização e controlo do tempo, para uma otimização do desempenho das funções e tarefas do dia-a-dia em tele-trabalho.
logo
Liderança Remota (formação à distância)
Mais e mais líderes se encontram numa situação de relações de liderança à distancia, num mundo cada vez mais virtual. De liderança virtual, de líder virtual e de liderado. Separados no espaço e frequentemente no tempo, empreendem em comunicar de forma eficaz, permanecendo alinhados e auto superando-se em entrega de modo a alcançar os objetivos pré estabelecidos. Nesta dimensão contextual de separação é muito fácil permitir que os conflitos abram lacunas difíceis de fechar. Acresce que se torna ainda mais complexo realizar avaliações justas, estabelecer prioridades e gerir expectativas. Impedir que tudo isto suceda é o desafio maior e central da liderança remota.
logo
Inteligência Emocional (formação à distância)
A Inteligência Emocional tem vindo a manifestar-se como um conjunto de competências essenciais em todos os domínios da atividade profissional e pessoal. A falta de competências emocionais e a incapacidade de gerir emoções nos indivíduos pode gerar diversas dificuldades pessoais, familiares, escolares, na interação social e no trabalho.

A Inteligência Emocional (QE) apresenta-se efetivamente como mais importante que o QI dado que a primeira pode ser alvo de trabalho e de melhoramento.

As pessoas emocionalmente inteligentes distinguem-se por características como autoconfiança, autodomínio, capacidade de comunicar e de adaptar-se à mudança, influenciar, gerar empatia, autossuperação e elevação ética. O conhecimento e domínio dos princípios da Inteligência Emocional assim como das suas competências e propostas surge assim como uma mais-valia para qualquer pessoa que pretenda melhorar significativamente a sua performance profissional e interpessoal.
logo
Curso de Gestão Pública na Administração Local
(6ª Edição GEPAL - ONLINE)
O Estatuto do Pessoal Dirigente dos Serviços e Organismos da Administração Pública Central, Regional e Local do Estado, aprovado pela Lei n.º 2/2004, de 15 de janeiro, alterada pelas Leis n.os Lei n.º 51/2005, de 30 de agosto, 64-A/2008, de 31 de dezembro, 3-B/2010, de 28 de abril e 64/2011, de 22 de dezembro, é aplicável à administração local nos termos previstos na Lei n.º 49/2012 de 29 de agosto.

Da adaptação do referido Estatuto do Pessoal Dirigente à Administração Local resulta que o exercício de funções dirigentes implica o aproveitamento em cursos específicos para alta direção em Administração Autárquica, diferenciados em função do nível, grau e conteúdo funcional dos cargos dirigentes, os quais são assegurados pelo Centro de Estudos e Formação Autárquica (CEFA) que ao abrigo do DL nº 193/2015, de 14 de setembro, foram delegados na Fundação FEFAL.

De acordo com o n.º 5 do art. 14º, da Lei n.º 49/2012 de 29 de agosto, os titulares de cargos dirigentes terão de frequentar «um desses cursos durante os dois primeiros anos de exercício de funções ou, em caso de impossibilidade por causa que não lhes seja imputável, no mais breve prazo».

* Os participantes são selecionados por ordem de entrada dos processos "completos" nos nossos serviços durante o período de candidaturas.